Oração Para São Jorge, Jorge Da Capadócia / Jorge Ben Jor - homenagem ao meu pai!


Tatuagem Fábio Wlademir
Tatuagem Fábio Wlademir


São Jorge Mensageiro Guerreiro Protetor da Paz e Amor

Devotos no mundo inteiro comemoram no dia 23 de abril, o Dia de São Jorge, o santo padroeiro da Inglaterra, de Portugal, da Catalunha, dos soldados, dos escoteiros, dos corintianos e celebrado em canções populares de Caetano Veloso, Jorge Ben Jor e Fernanda Abreu. No oriente, São Jorge é venerado desde o século IV e recebeu o honroso título de "Grande Mártir".



Guerreiro originário da Capadócia e militar do Império Romano ao tempo do imperador Diocleciano, Jorge converteu-se ao cristianismo e não agüentou assistir calado às perseguições ordenadas pelo imperador. Foi morto na Palestina no dia 23 de abril de 303. Ele teria sido vítima da perseguição de Diocleciano, sendo torturado e decapitado em Nicomédia, tudo devido à sua fé cristã. 



A imagem de todos conhecida, do cavaleiro que luta contra o dragão, foi difundida na Idade Média. Está relacionada às diversas lendas criadas a seu respeito e contada de várias maneiras em suas muitas paixões. Iconograficamente, São Jorge é representado como um jovem imberbe, de armadura, tanto em pé como em um cavalo branco com uma cruz vermelha. Com a reforma do calendário litúrgico, realizada pelo papa Paulo VI, em maio de 1969, tornou-se opcional a observância do seu dia festivo. Embora muitos ainda suspeitem da veracidade de sua história, a Igreja Católica reconhece a autenticidade do culto ao santo. O culto do santo chegou ao Brasil com os portugueses. Em 1387, Dom João I já decretara a obrigatoriedade de sua imagem nas procissões de Corpus Christi. O Sport Clube Corinthians Paulista foi outra grande contribuição para a popularização de São Jorge, primeiro no Estado de São Paulo e depois no País, ao escolher o santo como seu padroeiro e protetor, em 1910. 



A quantidade de milagres atribuídos a São Jorge é imensa. Segundo a tradição, ele defende e favorece a todos os que a ele recorrem com fé e devoção, vencendo batalhas e demandas, questões complicadas, perseguições, injustiças, disputas e desentendimentos. 



São Jorge é venerado desde o século IV 



O culto a São Jorge vem do século 4 dC. O soldado foi martirizado na Palestina no dia 23 de abril de 303, vítima da perseguição do imperador Diocleciano. Foi torturado e teve a cabeça cortada, em Nicomédia, devido a sua fé cristã. 



Os restos mortais de São Jorge foram transportados para Lídia (antiga Dióspolis), onde foi sepultado, e onde o imperador cristão Constantino (que depois de vários imperadores anti-cristãos converteu-se e a império à religião cristã) mandou erguer suntuoso oratório aberto aos fiéis. Seu culto espalhou-se imediatamente por todo o Oriente. No século V, já havia cinco igrejas em Constantinopla dedicadas a São Jorge. Só no Egito, nos primeiros séculos após sua morte, foram erguidas quatro igrejas e quarenta conventos dedicados ao mártir. Na Armênia, na Grécia, no Império Bizantino (a região oriental do Império Romano, que tinha capital em Bizâncio, depois, Constantinopla) São Jorge era inscrito entre os maiores Santos da Igreja Católica. No Ocidente, na Idade Média, as Cruzadas colocaram São Jorge à frente de suas milícias, como Patrono da Cavalaria. Na Itália, era padroeiro da cidade de Gênova. Na Alemanha, Frederico III dedicou a ele uma Ordem Militar. Na França, São Gregório de Tours era conhecido por sua devoção a São Jorge; o rei Clóvis dedicou-lhe um mosteiro, e sua esposa, Santa Clotide, erigiu várias igrejas e conventos em sua honra. A Inglaterra foi o país ocidental onde a devoção ao santo teve papel mais relevante. O monarca Eduardo III colocou sob a proteção de São Jorge a Ordem da Cavalaria da jarrateira, fundada por ele em 1330. Por considera-lo o protótipo dos cavaleiros medievais, o inglês Ricardo Coração de Leão, comandante de uma das primeiras Cruzadas, constituiu São Jorge padroeiro daquelas expedições que tentavam conquistar a Terra Santa aos muçulmanos. No século 13, a Inglaterra celebrava sua festa como dia santo e de guarda e, em 1348, criou a Ordem dos Cavaleiros de São Jorge. Os ingleses acabaram por adotar São Jorge como padroeiro do país, imitando os gregos que também trazem a cruz de São Jorge na sua bandeira. Ainda durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) muitas medalhas de São Jorge foram cunhadas e oferecidas aos enfermeiros militares e às irmãs de caridade que se sacrificaram ao tomar conta dos feridos da guerra. As artes, também, divulgaram amplamente a imagem do santo. Em Paris, no Museu do Louvre, há um quadro famoso de Rafael (1483-1520), intitulado "São Jorge vencedor do Dragão". Na Itália, existem diversos quadros célebres, como o de autoria de Donatello (1386-1466). 

Texto extraido do site www.saojorgematir.com.br



Jorge Da Capadócia


Jorge Ben Jor


Jorge sentou praça na cavalaria

E eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia

Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge

Para que meus inimigos tenham pés, não me alcancem

Para que meus inimigos tenham mãos, não me peguem, não me toquem

Para que meus inimigos tenham olhos e não me vejam

E nem mesmo um pensamento eles possam ter para me fazerem mal

Armas de fogo, meu corpo não alcançará

Facas, lanças se quebrem, sem o meu corpo tocar

Cordas, correntes se arrebentem, sem o meu corpo amarrar

Pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge

Jorge é de Capadócia, viva Jorge!

Jorge é de Capadócia, salve Jorge!

Perseverança, ganhou do sórdido fingimento

E disso tudo nasceu o amor

Perseverança, ganhou do sórdido fingimento

E disso tudo nasceu o amor

Ogam toca pra Ogum

Ogam toca pra Ogum

Ogam, Ogam toca pra Ogum

Jorge é da Capadócia

Jorge é da Capadócia

Jorge é da Capadócia

Jorge é da Capadócia

Ogam toca pra Ogum

Ogam toca pra Ogum

Jorge sentou praça na cavalaria

E eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia

Ogam toca pra Ogum

Ogam toca pra Ogum

Jorge da Capadócia (várias vezes)







Desculpem meu egoísmo de usar este espaço para fazer uma singela homenagem ao meu pai Jorge Wlademir.

Hoje 07/08/2014 fazem 2 anos que ele partiu e embora esteja sempre conosco a saudade é grande.

Foi doloroso ver o câncer tentar vencer um homem cheio de vida e de planos, mas engana-se quem pensa que o câncer acabou com ele, pois quem luta mesmo que não obtenha a vitória plena, é sempre vencedor, sempre será vencedor. 

Ser guerreiro é isto lutar pelos sonhos, defender suas posições, e não aceitar propostas porcas de pessoas mal intencionadas.

Obrigado pai por me corrigir, por chamar minha atenção, por ter princípios, por ser honesto, por ter feito eu nascer e renascer.
Agradeço por ter me proporcionado uma família, principalmente pela minha mãe e irmãs.

Saiba que as pessoas sentem saudades, te admiram, te respeitam, te amam.

Fique com Deus, na proteção de São Jorge. (Mas não vai brigar ai, por favor heim pai kkkkk)

Aqui eu cuido de tudo, deixa comigo.

Na certeza que nada acabou, "ainda é só o começo" despeço-me.

Te amo pai! Tu é foda, tu é o cara, descanse!

Teu filho, seguidor, discípulo e melhor amigo, Fábio Wlademir.





     






.




Fábio Wlademir RS
Fábio Wlademir RS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário