SONETO DA VIDA E DO AMOR




Tudo aquele olhar lindo iluminava
E o medo de tentar aconteceu
Incapaz à paixão que prosperava
Meu coração nas trevas se escondeu:

Vive essa vida intensamente, cava,
Encontra lá no fundo o sonho teu!
Busca coragem, joga-te na lava
Do amor que aqueceu, quem nunca sofreu?

E morre nesse Inferno, por favor,
Que pelo menos isso será justo
Ou amargura a perda do calor

Deste vulcão que explode aqui sem custo!
Vai, cava 'inda mais fundo que o amor
Se tornará mil vezes mais robusto.


Bruno de Castro Lima
.
.
.
.




     



.


Fábio Wlademir RS
Fábio Wlademir RS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário